Select Page

Mês: junho 2010

O lado bom da Copa

___Não gosto nem um pouco da imbecilidade anti-reflexiva que toma conta de quase todo mundo quando algum assunto – como hoje é o caso da Copa – praticamente mobiliza notícias e conversas, programas e comercias. Mesmo assim, fico contente com um dos seus efeitos: o momento de aprendizado que aquela catarse coletiva acaba proporcionando. ___Apesar de achar literatura de quinta, quando os livros do Dan Brown fizeram sucesso, a palavra “carmelengo” passou para o vocabulário de quem havia lido. Aquele afã todo trouxe uma palavra nova para o vocabulário de muita gente. O mesmo com o caso da gripe aviária ou do Grande Colisor de Hádrons. Palavras, conhecimentos científicos e assuntos incomuns, praticamente desconhecidos, chegaram às mãos de muita gente. ___É exatamente aí que meu desprezo pela Copa do Mundo acaba diminuindo. ___Ver as pessoas tratando a África como um continente, não como um país. Ouvir nomes de cidades da África do Sul, com se fossem famosas cidades brasileiras. Perceber que uma palavra em idioma zulu, “celebrar”, a famosa “jabulani”, é agora falada com a maior naturalidade. ___Tudo isso faz com que todo o ópio que é o futebol, faz com que as atitudes imbecis que estão relacionadas a ele fiquem um pouco mais bonitas. É pouco? Sim, é. Muito pouco. O preço que o futebol impõe ao mundo é alto. É bom tirar algo dele.  ...

Read More

As eleições presidenciais de 2010 já estão decidas?

Faltam 3 meses para as eleições de outubro de 2010. Antigamente se dizia que: “urna e barriga de mulher só se conhece depois de abertas”. Contudo, o ultra-som, atualmente, permite conhecer o sexo e as condições de saúde dos fetos, assim como as pesquisas podem indicar quais são as principais preferências e tendências do eleitorado. As últimas pesquisas de intenção de voto indicam que a ex-ministra Dilma Rousseff, que estava muito atrás no início do ano, ultrapassou o ex-governador paulista, José Serra. Relatórios divulgados pelos Institutos Vox Populi e Sensus, em maio, indicavam uma reversão na corrida presidencial. A pesquisa Ibope/CNI, divulgada 23 de junho, confirmou e apontou Dilma com 40% dos votos, Serra com 35% e Marina com 9% dos votos (havendo 16% de intenção de votos nulos, brancos ou indecisos). Havendo segundo turno, Dilma ganharia de 45% contra 38% de José Serra. Existem duas tendências que têm se confirmado em todas as campanhas, pelo menos depois da retomada das eleicões, em 1989, na chamada Nova República: 1)    todos os candidatos que estavam à frente das pesquisas eleitorais 3 meses antes do primeiro turno, venceram as eleições;2)    todo presidente eleito no Brasil saiu vitorioso em Minas Gerais. Estas duas tendências estão presentes, em 2010, pois a candidata Dilma atingiu a liderança nacional e, também, mineira. Pesquisa Ibope, de 28 a 31 de maio, deu Dilma com 42% e...

Read More

A dinastia comunista na China

O título deste artigo não é totalmente uma provocação, pois Dinastia é uma sequência de reis ou soberanos de uma mesma família que se sucedem no trono, sendo que o atual regime político da China tem uma sequência de dirigentes que se alternam, não pela descendência de parentesco, mas pela posição dentro da “família comunista”. De fato, na China, a sucessão dos dirigentes no poder ocorre dentro de um partido único e que já está no poder há 60 anos e se prepara para ficar muito tempo mais. Maquiavel escreveu, em 1513, o livro “O Príncipe” que é um tratado de ciência política sobre a governança do Estado moderno, descrevendo as formas de atuação nas atividades públicas nacionais e internacionais e como gerenciar e manter um governo/principado. Antônio Gramsci disse que o partido político da atualidade é o “príncipe moderno”. Gramsci considerava que o partido é essencial para a hegemonia política e a formação de um “bloco hegemônico”. Neste sentido, o partido comunista chinês (PCC) tem se tornado um “Soberano” moderno. Como partido único, o PCC funciona com alguma semelhança a uma dinastia moderna. Assim, o partido comunista chinês conquistou a hegemonia interna, substituindo os antigos imperadores e dando início a um novo período de desenvolvimento do país. Neste sentido, não seria exagero dizer que a “Dinastia comunista” é um regime que unificou o país e tem planejado e...

Read More

A desocidentalização do mundo?

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) é uma entidade que representa, grosso modo, os países ocidentais, tendo sido criada em 1960 com o objetivo de promover políticas de expansão sustentável da economia, do emprego e do progresso do nível de vida das populações dos países-membros. Atualmente 30 países fazem parte da OCDE: Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, República Tcheca, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Coréia, Luxemburgo, México, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Polônia, Portugal, República Eslovaca, Espanha, Suécia, Suíça, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos. O Chile se tornou o primeiro país da América do Sul a ser aceito na OCDE, devendo ser o 31° membro. Segundo o relatório “Perspectivas sobre o Desenvolvimento Mundial 2010 – Deslocamento da Riqueza” (divulgado em 16/06/2010) estes 30 países da OCDE representavam 62% do PIB e 17% da população mundial, no ano 2000. Porém, os países subdesenvolvidos, ou emergentes (não pertencentes à OCDE) vem apresentando um crescimento mais acelerado no século XXI e passaram de 38% do PIB, em 2000, para 49%, em 2010, e devem atingir 57% do PIB mundial, em 2030. Ou seja, após a década perdida (anos 1980) e a queda do Muro de Berlim, o centro de gravidade econômico do planeta tem caminhado em direção ao leste e ao sul do globo – isto é, dos países ricos que integram a OCDE...

Read More

Cogito

Raciocinar é a mais nobre atividade da mente humana. Significa realizar um encadeamento de idéias em que os argumentos apresentados conduzem a uma conclusão objetiva. René Descartes, (1596-1650), filósofo e matemático francês, foi o autor da famosa frase “Cogito ergo sum”, (Penso, logo existo). O ser humano é um ser pensante, único na natureza. É por pensar que se tem consciência de estar no mundo e sentir-se capaz de desvendar os seus mistérios. Nicolau Copérnico, (1473-1543), astrônomo polonês, alijou-nos do centro do universo, em que todos os astros giravam em volta da Terra para maior glória de Deus. Com Copérnico ficamos pertencendo a um pequeno planeta de uma estrela secundária. Apesar de manter as órbitas circulares das esferas celestes, Copérnico teve o mérito de interpretar corretamente o movimento dos astros em relação à Terra. Não eram os astros que giravam em volta da Terra, mas a Terra que girava em volta do Sol. Estava implantado para sempre o heliocentrismo, mesmo com a oposição da Igreja Católica Romana. Foi a partir dessa constatação irrefutável que surgiram as idéias do Sistema Solar, com os movimentos de rotação e translação da Terra. Desta forma a ciência entrava em confronto com a Igreja Católica Romana, cabendo a Galileu Galilei, (1564-1642), matemático, astrônomo e físico italiano, enfrentar esse desafio. Para evitar ser condenado como herege, Galileu abjurou, em 1633, das suas idéias, retratando-se em...

Read More
  • 1
  • 2