• Home  / 
  • Archive: maio, 2012
Archive
0 Shares

O mundo pode escolher entre 6 e 16 bilhões de habitantes em 2100

By José Eustáquio Diniz Alves / 30/05/2012

O futuro é uma página em branco na qual podemos escrever nosso destino, respeitando as limitações e as circustâncias históricas. O futuro da economia e da população depende das decisões que se tomam no presente e das medidas colocadas em prática nas décadas subsequentes. Em relação ao futuro da população mundial, as projeções da Divisão […]

0 Shares

O relatório Planeta Vivo e as projeções da Pegada Ecológica

By José Eustáquio Diniz Alves / 29/05/2012

Um dos componentes centrais do relatório Planeta Vivo, da WWF, é a pegada ecológica, que é uma medida utilizada para avaliar a demanda que o ser humano exerce sobre a biosfera (nas diversas escalas), comparando a quantidade de recursos naturais renováveis que as pessoas estão consumindo em comparação com a capacidade de regeneração da Terra […]

0 Shares

O relatório Planeta Vivo e as projeções da Pegada Ecológica

By José Eustáquio Diniz Alves / 29/05/2012

Um dos componentes centrais do relatório Planeta Vivo, da WWF, é a pegada ecológica, que é uma medida utilizada para avaliar a demanda que o ser humano exerce sobre a biosfera (nas diversas escalas), comparando a quantidade de recursos naturais renováveis que as pessoas estão consumindo em comparação com a capacidade de regeneração da Terra […]

0 Shares

A demografia do decrescimento

By José Eustáquio Diniz Alves / 27/05/2012

Durante 200 mil anos, desde o surgimento do homo sapiens, houve crescimento do número de habitantes do mundo. Pode ter havido recuos em alguns lugares e até civilizações locais podem ter desaparecido, mas nas contas globais, o crescimento foi contínuo e passou a ser exponencial nos últimos 250 anos. Por conta disto, a demografia é […]

0 Shares

A borboleta e o desapego

By Luciana Santa Rita / 27/05/2012

Terminei de ler um livro, escrito por Jorge Luís Borges em 1949, mas reeditado em 2012 pela Companhia das Letras, “Aleph”, considerado uma das suas melhores obras. Destaco uma das frases que melhor acomoda à aceitação  das coisas perdidas entre imagens da lembrança quando nem mais restam as palavras: “Um homem se confunde, gradualmente, com […]

0 Shares

As borboletas e o desapego

By Luciana Santa Rita / 26/05/2012

Acabo de ler um livro, escrito por Jorge Luís Borges em 1949, mas reeditado em 2012 pela Companhia das Letras, “Aleph”, considerado uma das suas melhores obras. Destaco uma das frases que melhor acomoda à aceitação  das coisas perdidas entre  imagens da lembrança quando nem mais restam as palavras: “Um homem se confunde, gradualmente, com […]

0 Shares

A Grécia como elo fraco: a crise da economia européia e do mundo

By José Eustáquio Diniz Alves / 24/05/2012

Não adianta chorar pelos gregos. Não adianta simplesmente culpar o capital financeiro pela crise internacional. As causas dos problemas atuais são muito mais profundas e podem trazer grandes prejuizos e danos para todos, principalmente, para as camadas mais pobres da população mundial. Os países desenvolvidos estão vivendo acima de suas posses e terão que se […]