ELA

                Devo já avisar que esta resenha é bastante pessoal e totalmente spoiler. Depois de muito tempo sem vir aqui, me sinto feliz de voltar com esta narrativa “nas mãos”. E gostaria muito de ouvir a opinião de vocês a respeito, assim que assistirem este filme de Spike Jonze em parceria com Joaquin Phoenix. “Ela”, escrito e dirigido pelo próprio Jonze, conta um período da vida de um rapaz que vive numa época de tecnologia altamente avançada. Recém separado da esposa, Theodore (Joaquin Phoenix) resolve adquirir um programa de inteligência artificial que lhe proporcionará uma namorada virtual. A narrativa mostra este dito relacionamento e vamos descobrindo mais sobre este homem e como ele se relaciona com o mundo. Destaque mais uma vez para atuação de Joaquin Phoenix que sempre nos traz a perfeição do homem comum que beira o patético, quer seja um imperador romano (Comodus/ Gladiador), ou um poeta bêbado (Johnny Cash/ Johnny & June) ou um homem livre e quase bestial (Freddie Quell/ O mestre). A fotografia muito bem feita, os cenários e locações grandiosos e assépticos, os sons comedidos e abafados, os rostos limpos e pálidos dos personagens, tudo costurado por uma música lindamente robotizada têm feito deste drama um engodo para as mentes menos avisadas que o tomam por “uma bela estória romântica”. E é este engano que tem...

Read More