O melhor restaurante japonês do Vale do Paraíba…

Opinião é opinião. Sei que para muitos o melhor do Vale do Paraíba é o Nakajima. Outros preferem o No Barco. Ambos estão localizados em São José dos Campos. Há ainda aqueles que irão preferir restaurantes orientais de Taubaté, Jacareí, Pinda ou qualquer outra cidade da região. Mas o melhor de todos é mesmo o Yoshi, que fica em São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos localizado na Serra.

Continue reading “O melhor restaurante japonês do Vale do Paraíba…”

Adrian Ferrá e El Bulli, os melhores do mundo


Adrian Ferrá é reconhecido mundialmente como um dos grandes nomes da gastronomia contemporânea [com total justiça, diga-se de passagem]. Idolatrado na Espanha, seu restaurante, El Bulli, foi escolhido como o melhor do mundo por 3 anos consecutivos de acordo com publicações especializadas européias.

Continue reading “Adrian Ferrá e El Bulli, os melhores do mundo”

Obrigado Brigadeiro…



Doce tão popular, nas festas de aniversário ou mesmo na colher que raspa o fundo da panela, o brigadeiro tem curiosa história quanto ao seu surgimento. Conta-se que nos anos 1940 o brigadeiro Eduardo Gomes, oficial da aeronáutica, decidiu se candidatar a presidência da república. Mas como as verbas eram escassas, era necessário garantir dinheiro para a campanha de onde quer que fosse. De acordo com os relatos da época, Gomes era um verdadeiro galã de cinema e, além disso, era solteiro, o que o tornava alvo da paparicação das moças casadoiras…

Continue reading “Obrigado Brigadeiro…”

Bauru


Diferentemente do que a maioria das pessoas pensa o popular sanduíche Bauru não surgiu na charmosa cidade de mesmo nome localizada no interior paulista. O seu criador foi Casimiro Pinto Neto, cidadão bauruense, que elaborou a receita hoje conhecida nos quatro cantos do país [se bem que com alguns erros de formulação em algumas localidades]. Casimiro fazia faculdade na capital paulista, onde era chamado pelos amigos de Bauru, em clara referência as suas origens.

Continue reading “Bauru”

Baião de Dois

A semana passada estive no Rio de Janeiro, a trabalho, e tive a oportunidade de almoçar em Botafogo, num restaurante charmoso, de ambientação e nome históricos, o Carlota [em clara alusão a rainha do Brasil, personificada no filme de Carla Camurati pela fantástica Marieta Severo]. Os arredores não podiam ser mais aconchegantes, estávamos próximos ao Cristo Redentor e, além disso, o Carlota fica num mercado aberto, com bancas de flores, lojas de bebidas, balcões onde se podia comprar queijos e frios da melhor qualidade.

Continue reading “Baião de Dois”

Sanduíche de Mortadela e Pastel de Bacalhau

Que delícia! Só de pensar nessas duas guloseimas servidas no Mercado Municipal de São Paulo já dá água na boca para quem teve o privilégio de degustá-los. São dois acepipes obrigatórios para quem visita a capital gastronômica do país, apesar da aparente simplicidade dos mesmos. Na realidade, já viraram referência para quem conhece e gosta de culinária e visita Sampa.

Continue reading “Sanduíche de Mortadela e Pastel de Bacalhau”

Uma breve história do feijão

O cenário é uma isolada ilha do Oceano Pacífico. Nosso personagem principal é um soldado que resiste, solitariamente, na manutenção das terras conquistadas por seus camaradas. As batalhas que resultaram nas conquistas foram travadas nos primeiros anos da década de 1940, durante a Segunda Guerra Mundial. Já se passaram alguns anos do final do conflito e o valente recruta mantém seus deveres caprichosamente em dia sem saber que seu país saiu vitorioso nesses embates. Descoberto após alguns anos, vira manchete de jornais e é saudado como herói nos Estados Unidos. Como sobreviveu tanto tempo sozinho? A pilha de latas de feijão acumuladas ao lado de seu acampamento revelam sua fórmula…

Continue reading “Uma breve história do feijão”

Einstein na cozinha

Por que o chocolate derrete na boca? Você sabia que nem todo o álcool evapora quando se cozinha com vinho ou cerveja? Como se descafeína o café? Por que nada gruda em frigideiras antiaderentes? O que se pode fazer com óleo usado? Por que não se deve pôr metal no microondas? Como é feito o vinagre?

Quantas não são as questões relativas ao cotidiano da cozinha que podem nos auxiliar a entender melhor a ciência? As perguntas apresentadas no início desse artigo fazem parte de um conjunto muito maior de questões que compõem o livro O que Einstein disse a seu cozinheiro, do professor de química da Universidade de Pittsburgh, Robert L. Wolke.

Continue reading “Einstein na cozinha”

Sabores da Infância

Deliciosos e suculentos peixes. Os frutos do mar e as pescadas são as mais fortes reminiscências das refeições de minha infância. Morávamos no Litoral Norte de São Paulo, mais especificamente em São Sebastião, que lá pelos idos dos anos 1970 ainda não sofria com os congestionamentos e a presença tão acentuada de milhares de turistas a cada final de semana atrás de um abençoado lugar nas belas praias daquela localidade tão espetacular.

Continue reading “Sabores da Infância”