Quero qualidade, por favor!

Ingredientes. Eles, somente eles. Ingredientes! Sem eles nada numa cozinha sairia. Nem sempre o mais caro significa uma qualidade melhor, mas pode dizer muita coisa sobre o produto em si.

A coluna dessa semana foi motivada por uma experiência que por muito pouco não se transformou numa tragédia que teria direito a comida jogada fora e um pouco de irritação, por sorte o desfecho foi positivo.

Continue reading “Quero qualidade, por favor!”

Entre na cozinha antes

Antes de qualquer coisa, se vai ou já escolheu trilhar este caminho, saiba que você vai trabalhar horrores. Uma frase que sintetiza bem esses espírito foi me dito por dois chefs: “a gente trabalha enquanto os outros se divertem”, só para que tenha consciência de qual desgastante é.

Continue reading “Entre na cozinha antes”

Gastronomia é o novo preto

Ou como diria nossos “irmãos” dos Estados Unidos da América: gastronomia is the new black. Ao menos nos olhos da mídia de massa e do entretenimento, pois este ano tivemos dois longas e livro que relaciona a sétima arte com a arte de comer.
O primeiro foi Ratatouille, animação, da Pixar/Disney em que o personagem principal é um rato cinzento que vislumbra se tornar um chef de cozinha e como sabemos, são antagônicos por natureza.

Continue reading “Gastronomia é o novo preto”

A minha não horta de cada dia

Sem querer generalizar, mas já generalizando. Acredito que todo mundo que gosta de cozinhar, se pudesse, sempre teria em mãos ervas frescas colhidas na hora para incrementar ou até mesmo fazer um prato, não? Eu sim. Antes mesmo de ter ou pensando em fazer num curso de cozinheiro queria ter uma horta em casa. Coisa modesta, nada de extravagâncias, só para ter o básico: hortelã, alecrim, cebolinha, salsa e manjericão.

 

Continue reading “A minha não horta de cada dia”