Carta-convite a novos navegantes

Bem-vindo a O Pensador Selvagem

Se você está lendo esta carta-convite, é porque sua participação entre um grupo de pessoas preocupadas em construir uma internet e um mundo diferente, melhor, é requisitada. Estes são os requisitos básicos para adentrar na Nau O Pensador Selvagem: um desejo profundo e sincero na possibilidade de construirmos um porvir melhor e a crença de que esta mudança pode ser feita pelo braço e pelo gênio do homem.

Mas você está sendo convidado a quê, e para fazer o quê? Vamos tentar responder parte das perguntas agora.

Objetivo: ser uma revista multicultural ampla, eclética, utilizando para sua apresentação e divulgação os meios virtuais escritos, mas também imagens, sons, vídeo e prota-organizando encontros virtuais e reais transdisciplinares entre seus colaboradores e visitantes.

O Nome: “O Pensador Selvagem” deriva da idéia de um indivíduo tentando escapar de sua animalidade, entretanto encerrado nesta e relacionando-se constantemente com os conflitos derivados desta relação. Percebe-se “O Pensador Selvagem” como indivíduo, mas também como “coisa”, como representação de um coletivo ou de um objeto mecânico ou quântico, físico e metafísico simultaneamente, que aceita dentro de si todos paradoxos, entre os quais o de pensar e ser selvagem ao mesmo tempo. Na essência, é impossível negar a animalidade que há em nós, ditos humanos. Alguns tentam esquecer, ludibriar o lado bicho, mas isto não passa de uma conveniente ilusão.

A Motivação: existem hoje no Brasil numerosas “revistas virtuais culturais”, abarcando uma ou mais áreas desta rica cultura, recebendo textos originais de pensadores e praticantes autônomos das mais diversas áreas do conhecimento humano. Muitas delas, com excelente desempenho dentro do seu foco de atuação. Existe, entretanto, uma carência na busca de integrar estas diferentes áreas na criação de um conhecimento sintético e representativo destas áreas. Carecemos de uma “quebra das fronteiras” entre as disciplinas, que dialogam sim, entretanto não mais do que duas ou três ao mesmo tempo. Buscaremos transformar “O Pensador Selvagem” em um grande fórum onde criadores possam, de forma singular, interagir entre si, usando para seu benefício os estímulos recebidos e alimentando o grande coração d’O Pensador. Este, por sua vez, servirá de propulsor para novas mudanças que, em moto perpetuo alimentará a espiral do saber sensível gerando satisfação, bem-estar e novo conhecimento, produzindo inconscientes.

O Começo: a etapa inicial da concretização deste ambicioso projeto é agrupar um número significativo de pessoas ou coletivos qualitativamente relevantes dentro dos grupos culturais que representam e tornar estas pessoas ou coletivos responsáveis, dentro d’O Pensador e fora dele, pela criação e coleta-receptação dos produtos nas diferentes mídias e meios além da divulgação da idéia entre grupos semelhantes ou dessemelhantes. Cada grupo, chamado de Seção, deverá concatenar esforços e se autogerir com o objetivo de, na freqüência que lhe for possível, trazer conhecimento e estímulo produzidos dentro do grupo ou fora dele para “O Pensador Selvagem”, tratando de gerenciar também a entrada de novos membros no grupo. Estes novos membros, automaticamente farão parte da comunidade maior, transdisciplinar. É importante manter a noção da troca de experiências entre os diferentes grupos como forma de ampliar os estímulos recebidos e assim aprimorar o senso de integração, fraternidade e multiplicação características de uma comunidade harmoniosa.

A Idéia: assim como Kafka, que em suas cartas para Felice confessou-lhe que o lugar ideal para escrever seria a mais profunda galeria de uma caverna, apenas acompanhado de uma lamparina e o material necessário para a escrita, sendo que lhe levassem o alimento até a porta da caverna – e esse seria seu único passeio, buscar comida, para depois tornar a escrever – hoje padecemos da ultramultitude de informações que infestam todos nossos sentidos. Perdemos a noção do silêncio e da solidão, no sentido estrito do termo. Como criar, num mundo assim? Como pensar (n)um mundo assim?

Desafios: um dos objetivos mais ambiciosos de “O Pensador Selvagem” é integrar, em um só ambiente, o popular e o erudito, samba e orquestra, ou seja, o senso comum e o acadêmico. Colocar para conversar estas verdades por vezes tão distantes que até parecem de mundos diferentes. Ensinar, através do confrontamento dialético, uma a enxergar pelos olhos da outra. Praticar constantemente a alteridade. Aqui, o míope se torna hipermétrope para somente depois bem enxergar e vice-versa. Há que se exercitar a humildade, a paciência e a tolerância. Há que se despojar de preconceitos ou mesmo de conceitos bem fundamentados para conseguir dar um salto intelectual, um salto espiritual, um salto selvagem, super-humano.

Cada Seção do Site contará com um ou mais editores, que tenham afinidade ou conhecimento acerca de determinada área. Você iniciará nesta jornada como Selvagem Pensador Articulista, Colunista, Blogueiro ou Blogueiro-Correspondente. Explico a seguir cada uma das quatro opções:

Articulista: colaborador ocasional, que enviará artigos para colunas amplas e genéricas de cada Seção, como a coluna Arena Livre, por exemplo. Não é exigida periodicidade.

Colunista: o colunista é um colaborador regular, que poderá enviar seus artigos de 2 vezes por semana até a frequência mínima de uma vez ao mês, previamente combinada com o Editor da Seção. Terá uma Coluna com o nome que decidir dentro da Seção que lhe aprouver.

Blogueiro: o blogueiro do OPS! fará parte da comunidade de blogs da Rede OPS!, e terá seu blog gratuito no domínio "nomedoblog.opsblog.org", desfrutando das vantagens de uma vida colaborativa como maior visibilidade, maior diálogo e trocas positivas com seus pares. Contará com divulgação cruzada no portal e nos demais blogs da rede.

Blogueiro-Correspondente: é um blogueiro que manterá seu weblog no endereço original e fornecerá conteúdo eventual ou regular para o Portal do OPS!, através de um sistema de feed e etiquetas específicas para a(s) seção(ões) em que colaborará. Será como um colunista ou articulista que só terá o trabalho de colocar uma tag específica no post de seu blog, no caso de blogs WordPress ou de enviar seu artigo via "Enviar artigo" para o OPS!

As Seções atuais do Site são as que se apresentam no menu principal, no topo, podendo ser incrementadas assim que novos Editores e Gestores de Conteúdo surgirem/forem sendo incluídos. Inclusive, se você tiver alguma idéia e disposição para Gerenciar o Conteúdo de uma destas Seções ou então gostaria de criar uma nova, entre em contato pelo e-mail contato at opensadorselvagem ponto org que sua proposta será avaliada.

A criação de Subseções, também chamadas Categorias, se dá a critério dos Editores de cada Seção. Se no Seção Música for conveniente a divisão nas Categorias Rock/ Erudito/Pop/MPB/Jazz/Sertanejo ou o que for necessário, isso será feito. Se você se julga apto a coordenar uma subseção, comunique isso à Equipe d’O Pensador Selvagem através do e-mail contato at opensadorselvagem ponto org

Cada Seção têm uma página exclusiva, assim como cada Categoria criada, para facilitar a identificação do público leitor com uma ou outra área afim. Quem quiser visitar a homepage, podes ir direto à Seção ou Subseção de seu interesse, assim como podes linkar direto para lá ou adicionar uma Subseção ou Coluna aos seus favoritos. Também será possível assinar o feed de todo o site ou somente de uma Seção.

Novas idéias e projetos serão desencadeadas em conjunto, para fortalecer e enriquecer o site.

Serão convidados com freqüência personalidades nacionais e internacionais dentro das diversas áreas de conhecimento para publicarem artigos inéditos, a serem publicados de forma bilíngüe – na língua pátria do convidado e em português. Fica a critério de cada Editor realizar o convite e/ou entrevista se assim lhe aprouver.

Enfim, como Colaborador você:

1 – poderá enviar conteúdo, notícias, divulgar eventos

2 – deverá agregar e divulgar o site trazendo novas pessoas para produzir conteúdo relevante e enriquecer nosso portal cultural

3 – poderá produzir conteúdo para qualquer Seção que lhe aprouver

4 – parte do conteúdo a ser publicado na capa do OPS! virá dos blogs constituintes, dos blogs dos editores, mas parte deverá ser criado por pessoas não necessariamente ligadas a estes blogs, p. ex., jornalistas freelancers, representantes de associações de bairro, ativistas ecológicos, grupos de teatro, de cinema (cineclubes que estão se espalhando pelo Brasil), ilustradores, quadrinistas, chargistas, colaboradores eventuais de todas as áreas…

5 – existirá a possibilidade de realizar, mensalmente, uma espécie de Dossiê, acerca de um tema palpitante e polêmico. Isto poderia ser feito dentro de uma Seção ou em conjunto com áreas afins. Tais “dossiês” chamam a atenção da mídia comum e são documentos de relevância desde que feitos de forma séria por pessoas gabaritadas em sua área de conhecimento.

6 – será importante manter o foco tanto na produção de conteúdo original e, em um plano paralelo, na reprodução – sempre com um componente opinativo – de conteúdo polêmico, atual ou somente afetivo. Não serão admitidas de nenhuma forma trabalhos de Copy and Paste ou tão somente citações de fontes sem que haja vínculo a uma opinião pessoal do autor que está publicando n’O Pensador.

7 – Novas idéias são bem-vindas desde já! Caso aceite embarcar nesta empreitada, responda a este convite. Então lhe serão passadas mais informações sobre como você pode começar a participar desde já.

A equipe d’O Pensador Selvagem