• Home  / 
  • No ângulo
  •  /  Critérios para a convocação da Seleção…

Critérios para a convocação da Seleção…

Dunga convocou a Seleção Brasileira. Somente jogadores que atuam no exterior compõem a lista para o amistoso com a atual campeã mundial, Itália. Dos 22 convocados, metade atua no calcio, ou seja, no futebol italiano. Novidades na lista? O retorno de Ronaldinho Gaúcho e a convocação de Felipe Melo [volante da Fiorentina, revelado pelo Flamengo]. De resto, mais do mesmo, ou seja, a base de Dunga permanece. Algo a contestar? Sim, sem dúvida… Fico pensando quais são os critérios de Dunga ao elaborar sua lista.

Atuar no exterior é um pré-requisito? Se analisarmos as últimas listas pode-se pensar que sim, pois mesmo que estejam comendo a bola em campos brasileiros, raros foram os convocados que atuam em equipes nacionais.
Estar jogando bem, comprovadamente, é necessário? Creio que não já que jogadores que vem sendo alvo de críticas pela imprensa européia e que em alguns casos nem mesmo são titulares das equipes que defendem têm sido chamados.
Nome ganha vaga na Seleção? Tudo indica que esta é uma prática comum adotada para a convocação. Adriano ou Robinho, por exemplo, que tem deixado a desejar em seus clubes estão sempre entre os convocados de Dunga.
Os empresários e as empresas que bancam os jogadores influenciam na convocação? Muitos jornalistas que acompanham de perto a rotina da Seleção comentam que tanto empresários quanto empresas fazem pressão por seus jogadores. Se isto influencia ou não é outra conversa. Se analisarmos o fato com base na convocação de jogadores que muitas vezes não estão bem em seus clubes ou que são reservas tudo indica que esta pressão pode ser fator considerado nas convocações da Seleção Brasileira.

O que fazer? Sem sombra de dúvidas acho que o torcedor não pode ficar de braços cruzados, ou seja, que ele deve manifestar seu descontentamento e pedir que o critério principal [senão o único] seja que se convoquem aqueles jogadores que estiverem jogando melhor em suas devidas posições…

Que saudades do tempo em que a única coisa que realmente importava era a qualidade do jogo, a habilidade do jogador, a Seleção como um palco de craques…

About the author

João Luís de Almeida Machado