• Home  / 
  • Editorial
  •  /  Os blogues do OPS: Ágora com dazibao no meio (2ª parte)

Os blogues do OPS: Ágora com dazibao no meio (2ª parte)

___No último Editorial, o grande André Egg deu início à série que será a pauta dos Editoriais aqui do portal nos próximos meses: “Os blogues do OPS”. Eu, o André e, provavelmente, o Fabiano Camilo –, do Dispersões, Delírios e Divagações –, iremos publicar algum texto sobre cada um dos blogs ativos.
___As publicações devem acontecer semanalmente. A cada nova semana, um dos editores irá publicar seu texto falando de um dos blogs que ainda não foi agraciado ou fazer um bate-bola com o texto que outro editor publicou na semana anterior. E é exatamente essa segunda alternativa o caminho do meu editorial de hoje.

###

___Fã que sou dos escritos que o Ricardo Cabral publica no Ágora com dazibao no meio, para mim seria um imenso prazer falar sobre o seu trabalho em uma série sobre os blogs do portal. Porém, como qualquer leitor dos editoriais pode notar, o texto que o André publicou na última semana realmente resenhou o Ágora, teoricamente deixando para mim apenas a opção de partir para outro blog. Como eu sou teimoso, decidi ficar e colocar um pouco mais de açúcar no doce do André.
___Quase tudo que o André falou, eu assino embaixo. Só um paragrafozinho me deixou com vontade de tirar uma pedrinha do sapato. Ei-lo:

“O blogue do Ricardo não é tão lido quanto poderia/deveria. Média de 2000 visitas por mês. Considero que a maior dificuldade de ampliar estes acessos é o fato de o autor escolher títulos que não são amigáveis aos buscadores, justamente por não dizerem praticamente nada sobre o conteúdo dos textos. De modo que meu conselho é: não se acanhe se um título não te chamar a atenção – provavelmente o texto é bem mais importante do que parece.”.

___O comentário do André é preciso (realmente alguns os títulos que o Ricardo escolhe soam estranhos) e o conselho é ótimo (“não se acanhe se o título não te chamar a atenção”), mas, eu teria sido menos bonzinho, até como resenhista. A resenha já dizia que o Ágora é fabuloso, os links que o André escolheu provavam isso. Agora, se algum leitor vai fugir por conta de um título, eu não só deixaria, como ainda daria risada. A mesma gargalhada, vale dizer, que eu daria de alguém que não quisesse comer bicho de pé ou olho de sogra por conta do nome.

#####

P.S.: Já que o Ágora com dazibao no meio é o assunto, deem uma olhada que coisa mais linda esse “Cordis” que o Ricardo acabou de publicar.

About the author

M. Ulisses Adirt