• Home  / 
  • Author's archive:
About the author

Diogo Brunner

Share

Cisne Negro (ou quando a arte invade a vida)

By Diogo Brunner / 14/03/2011

Na coluna passada discutíamos Débora Seco, e sua repetição de caras e bocas. Agora temos Natalie Portman em grande forma. A atriz israelense mostra sua aura madura, sua facilidade em sair do papel da boa moça para adentrar o tormento, e quando falo em tormento, falo em arte. A arte como duas faces, construir e […]

Share

Inverno da Alma – A américa e Ginsberg

By Diogo Brunner / 04/02/2011

O lugar é frio e árido, um pedaço da américa que parece devastado por alguma guerra. Uma américa a que não estamos acostumados a ver na TV. Principalmente, um Estados Unidos a que nossos olhos não estão acostumados a ver, talvez custem a acreditar que tal coisa se passe nessa nação tão supostamente isenta de […]

Share

A juventude que resiste no Irã

By Diogo Brunner / 13/01/2011

  Cinema iraniano sempre carrega nas costas uma pecha de hermético, ou de pseudo-intelectual, coisa para cinéfilo chato. Esqueçam tudo isso, e conheçam um Irã diferente, o Irã dos jovens que não querem ser controlados, que anseiam pela liberdade de poder formar uma banda ou assistir a filmes que venham de fora. Esse Irã, tão […]

Share

Tetro – A Volta do Poderoso Chefão

By Diogo Brunner / 05/01/2011

Era um fim de tarde paulistano e a chuva ia diminuindo. Começo de 2011. Começo de ano normalmente não é tão bom para o cinema. Dessa vez, porém, eu criava grandes expectativas na minha cabeça – o que não dá muito certo normalmente – afinal, era a volta de Copolla, a grande cabeça por trás […]

Share

E o velho safado descobre John Fante.

By Diogo Brunner / 16/12/2010

Na primeira coluna por aqui achei por bem tratar do velho Bukowski, o eterno safado daquele submundo fétido. Naquela ocasião explicava o nome da coluna. Aqui é diferente. Uma história que sempre me intrigou, me fazendo às vezes, até mesmo duvidar se o Velho dizia a verdade ou não. Disse que ele voltaria, como outras […]

Share

Segunda-Feira Ao Sol – A História do Ponto de Vista dos Vencidos.

By Diogo Brunner / 07/12/2010

Existem filmes que precisam ser revistos de tempos em tempos. Eles não se esgotam e nos melhores casos vão ficando mais interessantes, nosso olhar também vai ficando um pouco mais aguçado, vamos reparando em cada vez mais detalhes, nos trejeitos, nos diálogos, na ironia, no humor, na tristeza um pouco inerente ao ser humano. Ou […]

Share

Fotografia: A Escrita da Luz (ou o poder da imagem)

By Diogo Brunner / 01/12/2010

O ato de apontar uma câmera para algum ponto específico e apertar o obturador perpassa muitos caminhos que passam longe de simplesmente congelar um momento para a posteridade. O termo fotografia, por si só, já nos oferece algumas diretrizes para pensarmos o que está além de uma simples foto. Foto = luz. Grafia = escrita. […]

Share

Lou Reed 20/11/2010 – Caos e Barulho em São Paulo.

By Diogo Brunner / 25/11/2010

A Ida.   Até o dia parecia mais quente em São Paulo, estranho para um lugar sujeito às intempéries constantes do clima, sujeito à garoa e frio a qualquer piscar de olhos. Era dia de show do Lou Reed, o lendário vocalista do não menos lendário Velvet Underground.     Na longa caminhada pela Teodoro […]

Share

Reinaldo Moraes – Um chute na caretice

By Diogo Brunner / 16/11/2010

Reinaldo Moraes é um escritor paulistano nascido em 1950. Pulemos a parte inútil de esmiuçar sua biografia pessoal, e vamos direto ao ponto: sua atividade literária, um tanto quanto estranha para os padrões normais de um escritor com um primeiro livro tão cultuado. Estamos falando de Tanto Faz, publicado no início dos anos 80 e […]

Page 2 of 3