95 X 4 !!!

Olá amigos do xadrez, tudo bem?

Vocês devem ter se perguntado qual o sentido, o que significa 95 x 4?

O Sentido?   É Intenso, Lindo!

O Significado?  Incrível!

Já tivemos algumas conversas sobre o Rei dos Jogos, poucas é claro, mas em todas a grandeza imensurável do xadrez foi destacada. Em uma delas evidenciamos seu poder de UNIR e nunca SEGREGAR.  Todas a idades, gêneros, classe social, etnias, biotipo entre outras, convivem maravilhosamente bem, circulam em harmonia entre si, o que não acontece muitas vezes em outros esportes. Eis o Sentido do título—Intenso!

Entre tantos momentos fantásticos de UNIÃO escolhemos um para destaque de hoje, a IDADE, esta particularidade, esta capacidade do xadrez em unir gerações em uma mesma competição.  Certamente muitos que amam este esporte já tenham conhecimento sobre nossa conversa de hoje, outros não tiveram oportunidade. Comentar boas notícias sempre faz bem!

Destacar a importância e a beleza do momento em que gerações se enfrentam em uma mesma competição é que nos motivou a trazer o assunto. É um belo exemplo e recente, merece e deve ser comentado em cada família de enxadristas, afinal: “GENS UNA SUMUS” – Somos Todos uma Família é o LEMA do xadrez. Então sejamos mais uma a comentar pois o Mundo Precisa Saber, Precisa Repensar o Xadrez na Vida Escolar e o nosso País está bem aquém mas algo já existe.

ENTÃO VAMOS AO FATO?

Sergey realizando simultânea com crianças carentes.

Ao findar o mês de agosto aconteceu um festival de Xadrez na Torre de Ostankino em Moscou, brindando o mundo enxadrístico com um belo espetáculo.  Entre os participantes, o campeão mundial Boris, a nova estrela soviética Sergey, o prodígio Misha de apenas 4 anos e o Grande Mestre mais velho do mundo, com 95 anos, Yuri Lvovich Averbakh. Sergey Karjakin destaque atual no xadrez Russo realizou pequena simultânea com crianças de famílias de acolhimento, mas a beleza a grandiosidade da noite foi o jogo entre o maior GM de mundo, Yuri Averbakh (95 anos) e a última estrela russa, Misha Osipov (4 anos) – eis o significado Incrível do 95 x 4!!!!

O mais longevo GM do xadrez, uma Lenda Viva se deixando enfrentar por um infante de apenas 4 anos nos mostra sua humildade, respeito, consideração, comprovando o que já se sabe sobre esta Arte, enquanto fortalece e renova a coragem em continuar divulgando os Valores deste esporte, para a Vida!!

O GM Yuri Averbakh apesar do sério problema de visão, sua Memória é Fenomenal e sua Mente Brilhante, mantendo completo domínio de jogo. Mas por não ter visto claramente o movimento do jovem oponente, deixou cair uma torre e acabou sendo prejudicado, o que não mudou sua postura com o Infante!!  Vamos nos imaginar na plateia assistindo este espetáculo?

Como convidado honorário da noite compareceu o presidente da FIDE- Kirsan Ilyumzhiv que se mostrou maravilhado.  Realmente o fato e as imagens encantam e o mundo pode assistir este acontecimento proporcionado pelo rei dos jogos levando ao tabuleiro uma cena emocionante:

Misha Osipov (4) X Yuri Averbakh (95) — 95 X 4!!!!!

Sobre Averbakh

Averbakh jogando com Boris quando jovem

Yuri Lvovich Averbakh nasceu em 8 de fevereiro de 1922. Durante sua longa vida jogou profissionalmente, escreveu livros, foi arbitro e hoje trabalha na Biblioteca Pública e Nacional para a Ciência e Tecnologia [Russa], onde ajuda a preparar treinadores de xadrez. No evento citado, Yuri ainda falou sobre a lenda do xadrez Garry Kasparov e sua preferência pela política do que pelo xadrez. Além disso, falou sobre uma pesquisa realizado por outro mestre de xadrez na qual ele foi usado como experiência para tese de doutorado. Durante o processo, Averbakh descobriu que tinha uma forte memória emocional, ou seja, partidas nas quais haviam muitos sacrifícios ou estresse emocional, ele conseguia lembrar-se perfeitamente, enquanto outras longas e cansativas, não se recordava com tanta clareza.

Exemplo próprio

Desejamos que este exemplo colabore também para que muitos enxadristas experiente e com mais idade, não mais se neguem de sentar ao tabuleiro com um jovem, pensando ser perda de tempo. Falo por experiência própria com alunos adolescentes que passaram por esta indelicadeza. Como estavam sempre estudando, tudo mudou. Hoje quando se encontram em um torneio, esses senhores já pensam:  hoje não será fácil, pois foram superados pelos jovens que um dia rejeitaram. Assim é o xadrez, elegante.  Atualmente são amigos, como deve ser neste Jogo/Arte/Ciência. Adversário? SÓ ao Tabuleiro!!!!

Então você que ama nosso xadrez, joga, ensina do seu jeito, divulga na sua escola, bairro, clube, onde for, vamos continuar este trabalho, incentivar levando principalmente às CRIANÇAS ONDE TUDO COMEÇA. O que você está tentando, o que está conseguindo Fazer? Conta para nós, vamos mostrar o que existe de concreto. Divulgar nosso trabalho, por mais simples que possa ser, Sempre será uma bela iniciativa. Vamos nos ajudar? Coragem a Todos e VIDA LONGA A TODAS AS INICIATIVAS, pois:

“O Xadrez é um Agente Transformador de VIDAS e MENTES HUMANAS!” (Hugo Ribeiro, Professor e treinador de xadrez Árbitro Regional)

Nosso papo iria muito longe mas vamos ficando por aqui com a imagem 95 x 4 em nossa retina, agradecendo com carinho alguém que esteja nos lendo e na espera de algum retorno, se possível.

Nesse texto também gostaríamos de fazer um adendo, em virtude de querermos manter a alta qualidade da coluna, acreditamos que seria melhor estender nosso prazo quinzenal para mensal. Entretanto, planejamos também fazer pequenas intervenções com alguma curiosidade, novidade ou notícia que seja pertinente. Agradecemos sua compreensão.

Obrigado, um grande abraço!!

Até……

About the author

Lucas e Fatima

Fatima dos Santos Coelho, licenciada em Educação Física pela UFSM em 1976, sendo professora desde 1979 na rede estadual do RS. Juntamente com o Colégio Estadual Manoel Ribas sediou e organizou diversos eventos de xadrez do nível municipal até o brasileiro. Desde 2006, atua como professora e responsável pela Oficina de Xadrez do Colégio Fransciscano Sant'Anna em Santa Maria, RS. Lucas Monteiro Vendruscolo, vestibulando, professor/monitor da Oficina de Xadrez do Colégio Fransciscano Sant'Anna desde 2013. Criou o amor pelo jogo antes mesmo de saber ler e em 2006 entrou para a primeira turma da Oficina, sendo mais tarde convidado para ensinar juntamente com a professora Fatima.

Leave a comment: