Setembro marca a trigésima edição da Photokina, feira mundial de fotografia realizada a cada dois anos em Colônia, na Alemanha. Como de hábito, muitos fabricantes revelam lançamentos ou protótipos nesta importante feira, o que se mostra revelador quanto às próximas tendências da tecnológica fotográfica.

Setembro marca a trigésima edição da Photokina, feira mundial de fotografia realizada a cada dois anos em Colônia, na Alemanha. Como de hábito, muitos fabricantes revelam lançamentos ou protótipos nesta importante feira, o que se mostra revelador quanto às próximas tendências da tecnológica fotográfica.

Pouca coisa a destacar no terreno das compactas. Na verdade, há uma infinidade de lançamentos; em grande maioria, câmeras semelhantes aos modelos anteriores, porém dotadas de sensores com maior número de pixels, por vezes ultrapassando a absurda marca de 14 MP. Merecem menção por não serem “mais do mesmo” a Casio Exilim EX-FH20, que faz 1000 fotos por segundo; o protótipo Fuji para fotografias em 3D, com lentes gêmeas; a Nikon Coolpix P6000, que possui GPS embutido; e o protótipo da Sigma DP2, que não usa sensor CMOS ou CCD, mas sim um Foveon de dimensões das mais generosas.

Entre as DSLR, as maiores novidades. A Canon atualizou a full frame a 5D, agora 5D Mk II, oferecendo 21 MP, ISO 25600 e capacidade de fazer vídeos em alta definição. A nova semi-profissional 50D coloca-se como modelo intermediário entre a 40D e a 5D MkII, oferecendo 15 MP e ISO 12800.

A Sony finalmente lançou a aguardada Alpha 900, primeiro modelo do fabricante com sensor full frame, dotado de 24,6 MP.

A Nikon mostrou a D90, sucessora da D80, com a capacidade de gravar vídeos, e exibiu a ainda recente D700, full frame.

A Pentax lança o modelo K-m, direcionado a amadores, desta vez sem um modelo-clone da Samsung.

Panasonic e Olympus mostram protótipos de seu novo sistema Micro Four Thirds, uma miniaturização do sistema Fourt Thirds que permitirá DSLRs de tamanho muito compacto.

A Sigma exibe protótipo da SD15, sucessora da SD14 e, assim como esta, dotada de sensor Foveon.

Muitas novidades também entre as médio formato. A Hasselblad exibiu a nova H3D II, de 50 MP. A Leica mostrou a S2, protótipo usa um novo sistema de médio formato, com sensor de 30 por 45 mm e 37MP. A Sinar mostrou seus sistema Hy6 65. A Mamiya exibiu a 645 SF DIII e o back digital ZDb. Digno de nota a presença da Kodak como fornecedora de sensores CCD para essas Hasselblad, Leica e Sinar.

Em termos de software para fotógrafos, a boa nova é a versão CS4 do Adobe Photoshop, já disponível no site da empresa para download e teste por 30 dias.