A dúvida surge sempre que se vai comprar uma câmera: quantos megapixels de resolução são necessários? A publicidade dos grandes fabricantes tenta convencer os consumidores de que a quantidade ideal de megapixels é a maior possível, o que não é verdade. Afinal, o que são megapixels? Como calcular a quantidade de megapixels em uma foto? Qual a quantidade de megapixels que uma boa câmera deve oferecer?

A quantidade de megapixels tem sido um importante argumento de venda para novos modelos de câmeras digitais. A publicidade dos fabricantes segue a linha do “quanto mais megapixels, melhor”, o que definitivamente está longe da verdade. Por conta desse agressivo marketing, quase todos os bons fabricantes oferecem modestas câmeras compactas com sensores de impressionantes 12 megapixels.

O que vem a ser um megapixel? Por partes: “megapixel” significa “milhão de pixels”. E o que é um pixel? Pixel é a unidade de informação com que se compõe uma foto digital; cada pixel corresponde a um pontinho de uma determinada cor. Assim, uma foto digital é composta por uma matriz de pixels, com uma quantidade X de colunas e Y de linhas. Por exemplo, em uma foto com 4000 por 3000 pixels (i.e., 4000 colunas e 3000 linhas), teremos:

4000 * 3000 = 12.000.000 (doze milhões de pixels, ou 12 megapixels)

O raciocínio de que “quanto mais pixels, melhor”, é falso por dois motivos:

1) Equipamentos de impressão tem limitação quanto à quantidade de pontos que podem ser impressos em um dado espaço. Atualmente, as impressoras dos laboratórios fotográficos trabalham com valores da ordem de 300 pontos por polegada (ou seja, a máquina consegue imprimir 300 pontinhos distintos em uma polegada linear). De nada adianta termos um arquivo digital onde a foto tem 500 pixels por polegada; a impressora ajustará o arquivo para a sua resolução de saída de 300 pontos por polegada.

2) O olho humano tem limitada capacidade de visualização. O olho tem uma capacidade de “distinção” de uma unidade, estando a 3000 unidades de distância; desse modo, um observador poderia distinguir dois objetos, separados por 1 metro um do outro, a 3 quilômetros de distância. Aplicando-se esta regra a uma impressão realizada em um moderno laboratório Kodak, que imprime as fotos em uma resolução de 300 pontos em uma polegada, teríamos:

Distância entre dois pontos impressos: (1/300) polegada

Multiplicando-se (1/300) por 3000, obtemos a distância de observação:

3000 * (1/300) = 10 polegadas (25,4 centímetros)

Assim, 300 pontos por polegada asseguram perfeita visualização da imagem, estando a foto a uma distância de pelo menos 10 polegadas do olho do observador. Para essa distância ou para distâncias maiores, de nada serve a maior resolução alcançada, por exemplo, por uma impressão com jato de tinta em resolução de 600 pontos por polegada. Isto tanto é verdade que não conseguimos distinguir, a olho nu, a maior resolução oferecida pela impressão em jato de tinta em relação à impressão em laboratório.

Voltemos agora ao nosso problema inicial. Invertendo a questão: para uma determinada impressão, qual a resolução necessária?

Pensemos, a título de exemplo, que o comprador de uma câmera deseje imprimir fotos em tamanho de 10 por 15 centímetros. Correspondendo uma polegada a 2,54 centímetros, nossas fotos terão aproximadamente 4 por 6 polegadas. Agora, sabemos que 300 pontos por polegada são mais do que suficientes para uma impressão de excelente qualidade (por sinal, mesmo com 250 pontos por polegada a qualidade de impressão já é muito boa). Fazendo as contas:

4 * 300 = 1200 colunas

6 * 300 = 1800 linhas

Multiplicando-se o número de colunas e linhas:

1200 * 1800 = 2.160.000 (pontos de impressão, ou pixels do arquivo digital)

Assim, para uma impressão perfeita em 10 por 15 centímetros, precisamos de pouco menos que 2,2 megapixels.

Por isso, dependendo do tamanho em que se imprima as fotos, é besteira escolher apenas entre modelos topo de linha de 12 megapixels. Claro, os megapixels extras podem fazer diferença no caso de uma ampliação em maior tamanho para um poster, ou ainda para quem se aventurar a fazer um corte na foto (usando o Adobe Photoshop ou algum outro software de edição). Porém, a captura digital em alta resolução apresenta duas desvantagens:

1) Em razão da tecnologia atualmente existente, câmeras compactas com sensores de alta resolução tendem a apresentar um maior ruído nas imagens capturadas, notavelmente em sensibilidades altas, acima de ISO 100. Aliás, isso vale para todas as digitais: quanto mais alto o ISO, mais alto o ruído (o ruído é uma espécie de granulação colorida que deixa as fotos borradas.)

2) O tamanho em bytes de uma fotografia digital é proporcional ao seu tamanho em pixels. Deste modo, fotos de maior resolução pedem cartões de memória maiores.

Abaixo, mais alguns cálculos para impressões em 300 pontos por polegada:

13 x 18 cm: 3,4 megapixels
15 x 21 cm: 4,6 megapixels
20 cm x 30 cm: 8,7 megapixels

Em suma, se a idéia é fazer fotos em tamanho 10 por 15 centímetros, esqueça a câmera de 12 megapixels e pense em um bom modelo com sensor de menor resolução.Seu bolso agradecerá!