• Home  / 
  • Uncategorized
  •  /  ” E no final da partida, os deuses colocaram Carlsen!”

” E no final da partida, os deuses colocaram Carlsen!”

Olá entusiastas do jogo milenar, após escrevermos sobre Roberto Katende que dedicou a sua vida em ensinar e mostrar todo potencial social e humano do Xadrez, acreditamos que seria pertinente falarmos sobre “O príncipe do xadrez” ou ” O Mozart do Xadrez” – Magnus Carlsen. Nada melhor para começarmos do que uma frase de sua autoria.

“Sem o elemento de prazer, não vale a pena tentar se destacar em nada.”

Da vitória sobre a irmã mais velha até o topo

Norueguês nascido no início da década de 90, Carlsen se interessava muito mais por futebol do que por Xadrez e seu maior objetivo no Jogo dos Reis: derrotar sua irmã mais velha. Com isso em mente, a jornada de um campeão começou. Aos 8 anos derrotou sua irmã mais velha, e após apenas 6 anos tornou-se, em 2004, o mais jovem Grande Mestre de Xadrez até aquele momento, sendo chamado de “Mozart de Xadrez”. Essa comparação surgiu devido o austríaco ter demonstrado talento para música muito jovem, assim como o norueguês havia demonstrado para o xadrez. Conforme os anos foram passando, Carlsen continuou colecionando diversas vitórias e em 2009, o jovem de apenas 19 anos tornava-se o número 1 da Federação Internacional de Xadrez.

Viswanathan Anand e Magnus Carlsen

Incrível, não? Mas não para por aí. Magnus foi atrás do posto que lhe faltava: Campeão mundial de Xadrez. Após uma longa preparação, o norueguês garantiu o direito de enfrentar, o então campeão, Viswanathan Anand, no ano de 2013. A série de jogos para a conquista do título aconteceram em novembro de 2013 e depois de 10 jogos, com 7 empates e 3 vitórias, o mundo tinha um novo Campeão. Muitos comentários foram feitos sobre essa série de partidas, mas, provavelmente, o mais icônico foi de um dos treinadores de Carlsen, Garry Kasparov.

Garry Kasparov

“Infelizmente para Anand, no final de partida, os deuses colocaram Carlsen!”

Magnus Carlsen e a mídia

Com tamanho sucesso diversas especulações e comparações começaram a surgir entre elas, seria Carlsen tão aficionado por Xadrez quanto Bobby Fischer e por isso também seria uma pessoa tão introvertida ou antissocial quanto? Nada melhor do que uma frase do próprio Carlsen para responder tal dúvida:

“É fácil se tornar obcecado com xadrez. Foi isso que aconteceu com Fischer. Eu não tenho essa mesma obsessão.”

E ainda acrescenta:

“Eu não sou uma aberração. Eu posso ser muito bom no xadrez mas sou apenas uma pessoa comum.”

Magnus também ficou conhecido por ser dificilmente entrevistado, uma jornalista norueguesa afirma que Carlsen não hesita em fazer os jornalistas ficarem sem fala caso não se preparem e façam uma pergunta boba. No mesmo texto ela acrescenta que Magnus aparenta estar sempre a um passo a frente da mídia assim como de seus competidores no tabuleiro e completa que o enxadrista sempre calcula algo inteligente ou sensacional para dizer. Àqueles que ficaram curiosos para ler a entrevista da norueguesa, o título é “My Secrets About Magnus Carlsen“.

Magnus em 2018

Magnus Carlsen e Fabiano Caruana

Magnus continua sendo campeão mundial de xadrez tendo defendido seu título pela última vez contra o russo Sergey Karjakin em 2016. Neste ano, Carlsen defenderá seu título contra o americano Fabiano Caruana entre os dias 9 e 28 de novembro, em Londres.

Xeque…

Esperamos que tenham aprendido e tenham se interessado pelo pouco que apresentamos do Príncipe do Xadrez. Deixamos como sugestão final, a prova máxima da genialidade do jovem norueguês, um vídeo no qual Magnus joga contra 3 enxadristas enquanto vendado, nos fascinando inclusive com seus comentários e como envolve o público: Magnus Carlsen Blind & Timed Chess. Agradecemos muito sua leitura até aqui e almejamos que também tenham ficados estupefatos com as incríveis façanhas de Magnus Carlsen.

Comentem conosco, critiquem, tragam sugestões, estamos sempre no aguado de algum retorno. Exercite seu poder de leitura, sugestões e críticas. Vamos adorar!

Um grande abraço e até a próxima.

…Mate!

About the author

Lucas e Fatima

Fatima dos Santos Coelho, licenciada em Educação Física pela UFSM em 1976, sendo professora desde 1979 na rede estadual do RS. Juntamente com o Colégio Estadual Manoel Ribas sediou e organizou diversos eventos de xadrez do nível municipal até o brasileiro. Desde 2006, atua como professora e responsável pela Oficina de Xadrez do Colégio Fransciscano Sant'Anna em Santa Maria, RS. Lucas Monteiro Vendruscolo, vestibulando, professor/monitor da Oficina de Xadrez do Colégio Fransciscano Sant'Anna desde 2013. Criou o amor pelo jogo antes mesmo de saber ler e em 2006 entrou para a primeira turma da Oficina, sendo mais tarde convidado para ensinar juntamente com a professora Fatima.