Revista feminina & sexo bom? Baaaahhhh... Me empresta a Playboy aí!

Vida e Estilo - SexyTribe

Avatar

Se você procura em revistas soluções para seus problemas sexuais, afetivos e similares, leia este artigo. De testes babacas às aulas para atingir orgasmo múltiplo na primeira transa, passando por depoimentos lastimáveis, vamos conhecer um pouco mais este universo rentável às editoras e de pouca valia no dia-a-dia de quem as compra. Afinal, não somos devoradoras de homens, mulheres insaciáveis sexualmente ou mal-amadas.

Entre os 14 e 17 anos era ávida leitora da “Capricho”. A revistinha para as teens de minha época tratava de assuntos mornos que condiziam com nossa pouca idade e experiência. Os meninos “lindos” daqueles conjuntos mexicano e americano, as roupas que deveríamos usar, a maquiagem leve, o primeiro namorado, “O” beijo. E nada, absolutamente nada de sexo para nós, garotinhas! Mesmo assim, as edições eram passadas de mão em mão no colégio, nas rodinhas de amigas e os artigos mais “quentes” entre os “mornos” eram discutidos escondidinhos. Hoje, os mesmos problemas existenciais são relatados ali, como se o tempo tivesse parado para os editores. Dietas, os meninos bonitos de Hollywood, testes que mudarão toda uma vida (sic) e, pasmem, “o beijo perfeito” na última edição. Dão até as coordenadas geográficas...

Cansei dessa lega-lenga cedo. Acabei radicalizando e pulando para “Nova”. E foi o caos no solar dos Pontes. “Onde já se viu uma garota de 18, 20 anos lendo essas pornografias?” era a frase preferida de meu pai. As pornografias as quais ele se referia eram assuntos, assim, bem diretos: orgasmo, sexo oral, anal, grupal, contraceptivos, como atacar um homem, etc. Havia também as matérias básicas de saúde, emprego, casa, moda, filhos. Mas o chamariz da revista é, e sempre foi, sexo. Novamente, pouca coisa mudou nas edições posteriores tanto que, discretamente, peguei emprestada a edição de agosto no café da empresa para dar uma folheada e escrever. Os artigos, seguindo a mesma linha da revista teen, pouco variaram durante quase 20 anos: “sexo oral no primeiro encontro pode?”, “a técnica dos 12 minutos, da primeira lambida ao último suspiro” ou “guia astrológico da sedução”. Fora sua seção de moda com modelos caríssimos fazendo estilo “vitrine da Daslu”. Cansativo, não?

Tão cansativo que, outra vez, mudei de revista. Acabei buscando outra editora, que desse uma repaginada em seus artigos. Foi a vez de Marie Claire. Começou bem, diversificando as matérias, tais como turismo, entrevistas longas, mais casa, mais família. Até que... Sim. Quando os editores viram que o nicho ocupado pela “Nova” era mais atrativo e lucrativo, esta também descambou para o “show”. Depoimentos lamentáveis e não criveis de que “fui estuprada e me apaixonei pelo meu algoz”, “eu aprendi a viver minha liberdade sexual sem limites” ou “virei detetive depois de descobrir que meu marido me traía” jogou por terra toda a credibilidade que eu tinha em seus artigos.

Nem vou falar de “Cláudia”, que me faz sentir uma anciã de 200 anos!

Por isso, se eu for escolher uma revista, vou assinar a Playboy. Pronto! Simples assim. Tirando a parte da mulherada pelada que, para isso e mesmo sem as devidas proporções, eu me vejo no espelho que dá no mesmo, ao menos a revista é mais sensata nos assuntos variados. Por ser uma revista masculina, ficando o sexo em fotos, os outros artigos são mais claros, sem apelação, centrados, sem a lavagem cerebral que as femininas tentam impingir nas mulheres. A seção “SOS” é ótima, viagens idem e as dicas de bebidas, carros e presentes são perfeitas para nós, que gostamos de outras coisas além de sexo, cuidar bem do amor, de mais sexo, da casa, do trabalho, de outra sessão de sexo, ou seja, cuidar bem de alguém ou algo. Falando nisso, já leu a deste mês???

 



Adicione esta página ao seu Marcador Social favorito
Digg! Reddit! Del.icio.us! Google! Live! Facebook! StumbleUpon! Yahoo! Joomla Portal
Comentários
Adicionar novo RSS
+/-
Escrever um comentário
Nome:
E-mail:
 
Website:
Título:
UBBCode:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img] 
 
 
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
Solange Ayres  - Ele e Ela |15-01-2008 23:14:53
avatar Voce esqueceu da Ele e Ela? Foi la que eu vi pela primeira vez mulher de perna aberta, coisa que a minha mae nos proibia, abrir as pernas era feio.
Sandra Pontes  - Pois não é que esqueci??? |16-01-2008 03:45:21
avatar Se bem que a vi pouquíssimas vezes, Solange. Não foi marcante, para mim, confesso.
DARLAN |07-05-2008 13:28:12
:evil: ESTOU COM MA IDEIA.QUE TAL.
Ricardo Montero  - Ah, a Playboy... |16-01-2008 06:33:16
avatar Pois então, Sandra. Há muito tempo a parte "mulherística" da Playboy anda esculhambada. Mulheres mal escolhidas e - a meu ver - mal fotografadas...

Em termos de nu, a original americana tem dado um baile na brasileira.

Quanto às matérias, o que você acha da VIP? Aliás, as fotos da VIP mostram menos e são melhores.
gugala  - 2 100 P0R |16-01-2008 07:16:26
Será que tem alguma que explica como se dá duas sem por?
ahahahaha
ótimo artigo, Sandra!
Allan Robert P. J.  - Playboy, a tia que envelhece |16-01-2008 07:23:40
avatar Por aqui a Playboy não faz tanto sucesso, mas devo confessar que há muito mais censura nisso do que um brasileiro poderia imaginar. As revistas porno são escondidas, embaladas e entregues com constrangimento de ambas as partes, na maioria das bancas dos centros históricos.
Mas o advento da internet está mudando muita coisa. Infelizmente o que se perde é o conjunto de matérias mais ou menos sérias, que acabam se espalhando pelos diversos sites.
Ainda prefiro as revistas, apesar do papel começar a ser o vilão da história ecológica.
Carlos Venturelli  - Sexo de papel |16-01-2008 07:47:56
avatar Playboy americana, brasileira, etc = silicone e Photoshop.
Antigamente, quando éramos adolescentes, na minha rua sempre pensamos que a Playboy era a pior de todas em matéria de mulher nua. Pagávamos qualquer coisa por uma revista importada como a Hustle, por exemplo.

Hoje em dia, acho que as duas eram uma porcaria, mas naquela época era o que a gente gostava.

Atualmente, tratando-se de erotismo, nenhuma das duas é boa. Claro que os homens que compram a Playboy dizem que é porque tem "bons artigos".

Um amigo meu faz uma boa comparação entre as duas, diz que a Playboy é antiséptica e a Hustle, ginecológica.
Yvonne Dimanche  - ... e continua tudo igual |17-01-2008 05:32:55
Querida, o tempo passa, o tempo voa e tudo continua igual. Fica mesmo com a Playboy. De minha parte dispenso todas essas revistas. Desde o tempo de Adão e Eva que os artigos são sempre os mesmos. Já estou meio de saco cheio de mulheres que se acham muito bem resolvidas sexualmente. Se o cara cai na besteira de não ligar mais, elas entram em desespero. Ora bolas, não é bem resolvida e decidiu comer o cara? Então deixa de lado. Beijocas
D. Afonso XX, o Chato  - seja lá o que for isso |17-01-2008 09:24:48
Depois da internet não tem mais porque comprar revistas. bjs
ps: o que significa "Título" aí em cima?
D. Afonso XX, o Chato  - Tá, descobri |17-01-2008 09:26:49
mas bem que poderiam fazer o cursr aparecer por aqui. Fica ruim digitar sem ver onde se esta... hehehe bjs
Pedro Serra  - bem me lembro... |22-01-2008 07:04:38
avatar Ai ai... meus tempos de adolescente. Minha coleção de Playboys estocada no banheiro – eu lia os artigos tomando banho de banheira... ;)

Mas o tempo passou e o interesse diminuiu... hoje, quem compra às vezes a Playboy é a minha mulher – diferentemente de mim, que só lia os artigos, ela gosta mesmo é de ver mulher pelada... hehehe

Brincadeira a parte, a verdade é que os artigos são bons, as entrevistas são boas, mas as mulheres siliconadas e photoshopadas não me atraem... depois que inventaram o filtro "surface blur" então, que as mulheres parecem ser feitas de veludo, com peles imaculadas, e que virei um expert no photoshop e aprendi a fazer tudo o que eles fazem (aumentar seios, tirar celulites, diminuir o culote), perdi o interesse.

Quem se lembra da vez em que a Playboy retocou tanto a mulher que deixou ela sem umbigo... se você não lembra, dê uma olhada neste link aqui.
viva  - Falta de opção |09-02-2008 23:55:32
Ótimo argumento, San.
As revistas femininas variam entre seis e meia-dúzia.
Quanto às masculinas, meu marido assinava a VIP, que eu também adorava. Não é tão "sexual" quanto a Playboy e se dedica "aos prazeres da vida".
Carla  - "Men's health" para o publico masculino |24-09-2008 16:50:22
Eu acho a "Men's health" muito boa! Não é do tipo erótica, mas aborda muita coisas sobre a saúde do homem, inclusive sexo. Até aprendi coisas sobre a sexualidade feminina que eu mesmo nem sabia... Uso dicas de saúde para mim. Simples, prática e objetiva. Acho até melhor do que outras revistas tipo "boa forma", etc., que só enrolam e tentam a todo custo fazer uma lavagem cerebral na leitora.
Anônimo |27-01-2009 08:09:50
Citou:
Citou:
Código:
Código:
:woohoo: :evil: maa óóóóó :evil:
larissa |04-02-2009 20:41:05
:pinch: q lixo
prefiro ve outras coisas
chellynha  - ... |16-03-2009 17:01:40
:evil: que bommm!!delicia
Anônimo |16-03-2009 17:02:49
:angry: e pra q tu olha.. :whistle:
fabi  - lingo |17-04-2009 11:41:34
B) ta lindo
willin  - gostoso |20-08-2009 14:08:41
bahh é muito gostoso as revistas playboi...
rafael |27-11-2009 13:48:39
acredito q estas revistas sejam machistas e colocam as mulheres em um nível lamentavel. outro dia, na sala de espera da minha dentista, folhei uma destas revistas, creio q era a Nova. fiquei perplexo! como podem mulheres ler algo assim? como satisfazer seu homem, como seduzir seu homem, como leva-lo para cama no 1o. encontro, como dar prazer a ele no sexo oral, sexo anal... Chega a ser ridículo pensar q mulheres com um pouco mais de inteligencia leiam este tipo de revistas... E sim, playboy tem matérias bastante interessantes, e entrevistas muito boas. Além de elevar a mulher a um nível mais alta e MELHOR do que estas revistas "femininas" e mto pouco "feministas"...
Error Loading User name  - Error |19-12-2009 13:16:52
:notfunny: haha e umpoco gostoza
Anônimo |15-01-2010 09:21:20
:grr: cocordo plenamente com você alem de serem muito caras
naty |22-01-2010 17:00:51
nao tem homen aq ñ é? :flame:
diana  - bonito |29-01-2010 13:04:45
=)
Anônimo |06-02-2010 09:14:14
eu gosto dela :love:
Danielle  - Adorei o artigo seu... |18-02-2010 22:34:21
Olá Sandra...
Minha história é como a sua...
Tenho 19 anos...
Tô com sede d ver revistas para nosso gênero de qualidade...
Vejo a playboy, já vi G Magazine, mas ainda não é o q realmente almejo ver.
Sei q tem muita gente capaz d criar umas revistinhas boas pra nós. Ou quem sabe refazer as q já existem, complementando-as.
Entra nesse blog se gostar...
Eu juntamente com meu namorado postamos várias matérias engraçadas...
Vlw
Bjokas
carla  - Vulgaridade |13-04-2010 22:52:35
É uma pena, mas hoje as mulheres anda muito vulgares, como querem exigir respeito se não dão o respeito, e por qualquer motivo, mostram-se sob formas indiscretas. Por favor deêm o respeito, por causa de certas mulhers as demais sofrem por isso.
christiano  - re: Ah, a Playboy... |21-07-2010 21:55:15
Ricardo Montero Escreveu:
Pois então, Sandra. Há muito tempo a parte "mulherística" da Playboy anda esculhambada. Mulheres mal escolhidas e - a meu ver - mal fotografadas...

Em termos de nu, a original americana tem dado um baile na brasileira.

Quanto às matérias, o que você acha da VIP? Aliás, as fotos da VIP mostram menos e são melhores.
sandro wilson de sousa bolina |24-10-2010 17:30:39
sexo de molher
gerson |31-10-2010 18:01:46
com progresso de maquinas fazer altas relevo de testura de papel de fotos as foto sai com mais brilho e muita montagem não fica uma foto real,
everton iglesias tavares  - possa para revista |16-11-2010 09:57:52
Posted image
eu gostaria de saber se a alguma pocibilidade de eu possa para a revista de vocês meu perfil é ( altura 1,70 peso 80,0kg olhos esverdiados cabelo claros com luzes pele moreno claro) treino bastante academia a 3 anos corpo bem malhado
tenho book (fotos)
Me tuíta!
Avaliação do Usuário: / 15
PiorMelhor 

Cole no seu blog

 

 Visite a Coolmeia

Login

             Sem conta?