• Home  / 
  • Hypocrisis
  •  /  A hipocrisia do extremo, ou o extremo da hipocrisia? O caso da blogueira cubana.

A hipocrisia do extremo, ou o extremo da hipocrisia? O caso da blogueira cubana.

A tal blogueira cubana, que tanto furdunço vem causando no Brasil, não passa de uma simples coisa: mais uma blogueira no mundo.
 
Do que ela faz, milhares de blogueiros no mundo fazem cotidianamente. Escrever contra o governo do país é tão corriqueiro, que aqui no Brasil temos aos montes, na imprensa apelidada de PIG. Como também havia ao tempo do FHC, da ditadura civil-militar e tempos afora.
 
Há no entanto, dois extremos: o da direita conservadora anti governo e anti esquerda e o da esquerda anti quem defenda a blogueira.
 
O paparico feito por setores conservadores e pela oligarquia midiática é totalmente desnecessário, e seria não fosse se utilizarem da solícita blogueira para atacar, de forma enviesada, o governo brasileiro e a esquerda que o mantém por lá. Na falta de uma bandeira própria, usam a bandeira alheia. É a hipocrisia do extremo, à direita.
 
 E de bandeira passamos para a bandalheira. E quem faz bandalheira é gente que de antemão não possui a mínima condição para o convívio social. Tentar transformar a luta da esquerda numa luta contra uma blogueira mostra bem o quanto esses setores “progressistas” estão mais atrasados que os conservadores. Na falta de uma bandeira própria, usam a bandeira alheia. É a hipocrisia do extremo, à esquerda!
 
Sem dúvida alguma que ambos os “lados” pecam pela agressão. Agridem a imensa maioria da população brasileira que “não está nem aí” para a blogueira, para os que a paparicam e para os que a atacam.
 
É o extremo da hipocrisia, de uns e de outros, usar bandeira alheia como se isso fosse resultar para nós, brasileiros, uma melhoria da nossa sociedade. Ao fim e ao cabo da passagem dela por aqui, não resultará nada de útil, assim como o que ela faz.
 
Uns e outros apenas restarão felizes por suas ações. Nada mais que isso: o extremo da hipocrisia!

About the author

Luiz Afonso Alencastre Escosteguy

Apenas o que hoje chamam de um idoso. Parodiando Einstein, só uma coisa é infinita: a hipocrisia. E se você precisou saber meu "currículo" para gostar ou não do que eu escrevo, pense bem, você é sério candidato a ser mais um hipócrita!