All posts in " agamben "
Share

Profanemos

By Patrícia Louzada dos Anjos /

Profanemos “A passagem do sagrado ao profano pode acontecer também por meio de um uso (ou melhor, de um reuso) totalmente incongruente do sagrado. Trata-se do jogo. Sabe-se que as esferas do sagrado e do jogo estão estreitamente vinculadas.” (Giorgio Agamben) A arte possui caráter mediador, possibilita reuniões, rupturas, reflexões, ambiguidades, integrações, normas, convites tanto […]

Share

O que significa perguntar sobre o que resta: pensar a atualidade como o trabalho do diagnóstico

By Murilo Duarte Costa Corrêa /

1 Ao perguntarem-se sobre aquilo que resta da ditadura, os gestos de Vladimir Safatle e de Edson Telles (2010) repetem, em certa medida, o gesto filosófico-político agambeniano e arendtiano. Em acréscimo, parecem captar as peculiaridades da experiência brasileira de exceção. Segundo eles, não se deveria mensurar aquilo que resta de uma ditadura pelo número de […]

Share

Blikkiesdorp e Simonova: imagens de um exílio interior

By Murilo Duarte Costa Corrêa /

            Advertência   O texto a seguir requer pouco mais de treze minutos para assistir aos vídeos da artista ucraniana Kseniya Simonova e, também, aquele sobre Blikkiersdorp, que em Africâner significa “Cidade de Lata”. Recomenda-se assistir aos vídeos antes de ler o texto. Acima, uma fotografia de uma partida de […]

Share

Subtrações: sexo, corpo, experiência

By Murilo Duarte Costa Corrêa /

   Coluna mensal de Murilo Duarte Costa Corrêa n’O Pensador Selvagem Editor do blog de Filosofia e Teoria do Direito A Navalha de Dalí   1. Se retornássemos ao período vitoriano, em meados do século XIX, veríamos, como Michel Foucault, o sexo elevado à condição de tema central das preocupações de uma cultura. Normalizar um aspecto da vida, […]

Share

O presente e os devires: sobre alguns nomadismos

By Murilo Duarte Costa Corrêa /

Por Murilo Duarte Costa Corrêa Editor do blog de Filosofia e Teoria do Direito A Navalha de Dalí Hoje iniciamos uma coluna mensal em O Pensador Selvagem, e nada melhor do que nos dedicarmos a falar um pouco sobre a unio mystica entre esses elementos: o pensamento e o selvagem; elementos que unimos sob o […]