All posts in " Pablo Neruda "
Share

“Nada é para sempre, exceto o nada”

By Luciana Santa Rita /

“[…] Nunca ninguém soube. Não me arrependo: ladrões de rosas e de pitangas têm cem anos de perdão. As pitangas, por exemplo, são elas mesmas que pedem para serem colhidas, em vez de amadurecer e morrer no galho, virgens“ (MONTERO, T. Clarisse na Cabeceira. Rio de Janeiro: Rocco, 2010, p.143) Independente de pensar em amores […]