About the author

Luiz Afonso Alencastre Escosteguy

Apenas o que hoje chamam de um idoso. Parodiando Einstein, só uma coisa é infinita: a hipocrisia. E se você precisou saber meu "currículo" para gostar ou não do que eu escrevo, pense bem, você é sério candidato a ser mais um hipócrita!

Share

O que não foi explicitado pelas manchetes até agora… O caso da “cura gay”.

By Luiz Afonso Alencastre Escosteguy /

Provavelmente alguns milhares de psicólogos e psiquiatras se deparem, cotidianamente, com pessoas questionando sua sexualidade. Não importa a razão, pois a dúvida é da natureza humana. Não fora assim, a espécie humana não teria inventado os deuses. A todo e a qualquer momento temos dúvidas, sejam elas quais forem. Talvez o comportamento “não normal” seja […]

Share

Lembrem-se, queridos

By Luiz Afonso Alencastre Escosteguy /

Democracia é um processo e não apenas a possibilidade de escolher os representantes ou deles se desfazer quando não mais interessa a um pequeno grupo de salvadores da pátria (autocracia), não importando qual seja a orientação ideológica. Como processo, é aprendizagem, sempre c om acertos e erros. E erros devem sempre, no processo democrático, ser […]

Share

Castelo Branco e a hipocrisia seletiva

By Luiz Afonso Alencastre Escosteguy /

A hipocrisia seletiva. Não é a primeira vez que comento sobre o fato de mudarem o nome de ruas apenas com base em ideologias. Há não muito tempo, achei um absurdo terem trocado o nome da Av. Castelo Branco – a principal via de acesso rodoviário à Porto Alegre – para Av. da Legalidade e […]

Share

Limites

By Luiz Afonso Alencastre Escosteguy /

Em um tempo que já posso considerar antanho, existia uma coisa chamada limite. Limite era um ponto perto do qual não poderíamos chegar, pois a proximidade invariavelmente nos levaria a ultrapassá-lo. A frase típica usada pelos pais, como forma de contenção, era “você esta ultrapassando os limites”. Um aviso de que estávamos próximos demais e […]

Share

Pátria venal

By Luiz Afonso Alencastre Escosteguy /

Somos uma sociedade venal. Historicamente, sempre estivemos à venda. Das quinquilharias oferecidas aos donos originários de Pindorama, passando pelos pequenos atos de corrupção moral, até aos grandes valores que solapam a imensa maioria do povo, todos somos, uns mais outros menos, venais. Estabelecemos preço para as mais de 50 mil mortes anuais no trânsito, que, […]

Share

Entre o difícil e o quase impossível

By Luiz Afonso Alencastre Escosteguy /

Quem me conhece sabe que impossível é uma palavra que não existe no meu vocabulário. Graduo as realizações entre o fácil e o muito difícil, mas jamais no impossível. O muito difícil está, para o fácil, na quantidade de tempo, estudo e prática que dedicamos para o problema a ser resolvido. Não, não estou falando da […]

Share

Arya Stark nos representa

By Luiz Afonso Alencastre Escosteguy /

https://youtu.be/PHvhfzAPQC0 (cena coletada no YouTube) Arya Stark, para quem não acompanha GoT (Game Of Thrones), inicia a sétima temporada com uma triunfal representação da hipocrisia que nos cerca: veste-se com a máscara de Walder Frey para matar toda sua família, em uma vingança há muito planejada. Vivemos tempos sombrios, como sombria era a atmosfera da […]

Page 3 of 13